ATELIER-CLASSE: POR UMA PEDAGOGIA ESTRUTURADA PARA CRIANÇAS COM AUTISMO

 

Martha Silva/ Psicopedagoga, Coordenadora do Atelier-Classe do Instituto Viva Infância

O ATELIER-CLASSE é uma abordagem pedagógica estruturada que visa através da aprendizagem a subjetivação das crianças com autismo.
Esse dispositivo elaborado por ANNICK HUBERT-BARTHELEMY na França, é uma pedagogia num modelo integrativo, que toma emprestado de programas de base cognitiva situações como: classe com design específico, interlocução 1-1, mudança de atividade e de interlocutor a cada 10 minutos, utilização de pictogramas (imagens).
Esse design permite às crianças de entrarem mais facilmente em um processo de aprendizagem através de:
Materialização de uma estrutura de espaço e tempo: um só local de referência com um lugar determinado, a partir do qual se instaura uma dinâmica de trocas.
Encontro com diferentes interlocutores, cuja presença frente a uma criança não ultrapasse a 10 minutos por atividade, com o efeito de:
da parte da criança, aliviar a ansiedade que pode acontecer numa relação dual que viveu como intrusiva.
do lado dos mediadores, manter a capacidade para estarem alertas, disponíveis, estimulados e estimulantes.
A partir das dificuldades de aprendizagens das crianças propor um método de ensino individualizado, apoiado em seus interesses e capacidades próprias de aprendizagem.
Colocar no coração do processo « o objeto pedagógico », como via de acesso à relação intersubjetiva.
Estar inscrito num dispositivo relacional apoiado sobre o tripé terapêutico, educativo e pedagógico.

A dinâmica do atelier-classe acontece entre atividades 1-1 e atividades de grupo.
Os agrupamentos são realizados em três momentos:
Roda de Acolhimento: na chegada, quando é trabalhada a consciência de tempo e espaço, além de canções.
Lanche e Recreação: As crianças se reagrupam em volta de uma grande mesa para o lanche. O objetivo é criar uma situação na qual a criança tenha que pedir uma coisa que ela gosta ou lhe dá prazer. Em seguida as crianças vão brincar no pátio onde realizam jogos coletivos, brincadeiras de roda etc.
Fechamento do atelier: Esse momento se articula através da música, instrumentos, rimas e danças nas quais participam adultos e crianças em um prazer compartilhado.

As atividades individuais (sempre 1-1 e frente a frente com um mediador) compreendem as diversas áreas do currículo a partir dos parâmetros curriculares do MEC. São elas:

LÓGICA E MATEMÁTICA
Trabalhamos a conservação do número e reconhecimento das quantidades (coleções) através de situações concretas para favorecer o acesso à numeração e a enumeração.
São também desenvolvidas atividades de classificação, seriação, ordenação, uso de quebra-cabeças, e análise de situações em imagens.
EXPRESSÃO ORAL, VOCABULÁRIO E LEITURA
A imagem é utilizada como ponto de partida da representação afetiva e cognitiva.
Trabalhamos a comunicação através do prazer de estar com o outro. A introdução à narração é um elemento essencial. Para essa área são confeccionados materiais específicos para cada criança.

GRAFISMO, RIMAS E CANÇÕES
Atividades motoras e psicomotoras: a partir do traço e do som, favorecemos a emergência da imagem do corpo, e, portanto, a linguagem. As atividades gráficas correspondentes às pré-aprendizagens da escrita propostas dentro do atelier são destinadas a facilitar a mão para a escrita. A experiência mostra que as crianças com autismo estão, muitas vezes, interessadas em escrever antes do desenhar.

VIDA COTIDIANA
Codificar as habilidades motoras da criança, colocando-a a serviço da relação intersubjetiva, promovendo o aparecimento de comportamentos de socialização: desenvolvimento de competências (recorte, colagem, pintura, etc.), e também o desenvolvimento da autonomia (vestir-se, calçar-se, lavar as mãos, etc.).

Rua Tenente Gustavo dos Santos - 26C - Boca do Rio / CEP: 41706-860 / TEL: (71)3363-7717